Instrumentos como o órgão e o clavicórdio foram os precursores do piano, criado no século XVIII, por Bartolomeu Cristofori. A grande novidade apresentada na época foi a possibilidade de produzir diferentes intensidades sonoras. Com o tempo, ele evoluiu ainda mais e foi incorporado às orquestras, chamando a atenção pela grandiosidade do piano de cauda. O pianista da OSUCS Fernando Rauber explica como funcionam as engrenagens do instrumento, qual a diferença entre as teclas brancas e pretas e qual a função do pedal. Ele também conta um pouco da sua própria história de amor à música e às orquestras.

Foto de capa: arquivo pessoal